Política

Araraquara acompanhará ao vivo a decisão do STF sobre criminalização da homofobia

Assessoria Especial de Políticas LGBT promove...

Nesta quinta-feira, 23 de maio, a Assessoria Especial de Políticas LGBT, realiza o Cine LGBT a fim de acompanhar ao vivo a decisão do Supremo Tribunal Federal sobre a criminalização da homofobia no país. Com início às 14 horas no Centro de Referência e Resistência LGBTQIA+, o Cine LGBT convida a comunidade LGBTQIA+, seus familiares e amigos para acompanharem o julgamento. A atividade é gratuita, basta chegar e participar.
A assessora de Políticas LGBT, Filipa Brunelli, espera que o Supremo Tribunal Federal (STF) enquadre a discriminação por orientação sexual e identidade de gênero como crime. “Estaremos unidas para defender a criminalização da homofobia. Este é um importante caminho para mudar as estatísticas que apontam que o Brasil é o país que mais mata LGBTQIA+ no mundo”.
Segundo o relatório do Grupo Gay da Bahia – citado na última quinta-feira (16) durante audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa que marcou o Dia Internacional de Enfrentamento à LGBTIfobia – uma pessoa é assassinada no Brasil a cada 16 horas por sua orientação sexual ou identidade de gênero. Foram mortos, ao menos, 8.027 gays, lésbicas, bissexuais, travestis, transexuais e intersexuais entre 1963 e 2018 – todos em crimes de ódio motivados por homofobia. 
Homofobia e a transfobia não entram na legislação penal brasileira, ao contrário de outros tipos de preconceito, como: por cor, religião, raça ou procedência nacional. A criminalização da homofobia é uma das demandas mais antigas de militantes LGBT+ no Brasil.
Vale lembrar que o julgamento sobre a criminalização da homofobia no país foi iniciado em 13 de fevereiro deste ano e será retomado agora, no dia 23. 
O Centro de Referência e Resistência LGBTQIA+ está localizado na Avenida Espanha, nº 536, entre as ruas 3 x 4, no Centro. A atividade é gratuita.

SERVIÇO:
Cine LGBT – ao vivo a decisão do Supremo Tribunal Federal sobre a criminalização da homofobia no país
Local: Centro de Referência e Resistência LGBTQIA+ (Avenida Espanha, nº 536, entre as ruas 3 x 4 – Centro)
Data: quinta-feira (23 de maio)
Horário: 14 horas
Grátis

 

Redação

SAIBA MAIS.:  Feira de Cultura Indígena de Araraquara: sexta e sábado no CEAR

0 comentário em “Araraquara acompanhará ao vivo a decisão do STF sobre criminalização da homofobia

Deixe um comentário

x