Ferroviária

Araraquara se despede de Baiano, o quarto maior artilheiro da AFE

A Ferroviária se despede um dos jogadores que fizeram história com a camisa grená. Trata-se de Carmo David, o Baiano, que faleceu nesta segunda-feira (03), aos 79 anos. Revelado no clube na década de 60, o atacante foi artilheiro em três anos consecutivos vestindo o manto afeano. É o quarto maior artilheiro da história da Ferroviária.

Nascido em Tabatinga, Baiano vivia em Matão e chegou para as categorias de base da Locomotiva em 1953. Quatro anos mais tarde, subiu aos profissionais, onde iniciou sua trajetória de sucesso na Ferroviária. No clube, jogou com Rosan, Isamel, Rodrigues, Fogueira, Dirceu, Faustino, Nei e o técnico Vail Mota.

Além do manto grená, o atacante vestiu a camisa do São Paulo. Além disso, Baiano foi convocado para a Copa de 1962, porém foi cortado na fase preparatória do Mundial. Anunciou sua aposentadoria do futebol, aos 25 anos por problemas de saúde.

A Ferroviária presta suas homenagens e condolências aos familiares e amigos do eterno ídolo da Locomotiva.

Foto: Arquivo Museu do Futebol e Esportes de Araraquara

X