Câmara Municipal Noticias

Ciclo de palestras busca conscientizar população acerca do glaucoma

Uma das principais causas de cegueira...

Uma das principais causas de cegueira no mundo, o glaucoma é uma doença que se instala de forma silenciosa, e quando os primeiros sintomas surgem, a visão já está comprometida. Com o intuito de conscientizar a população quanto a importância da prevenção, o vereador Edson Hel (PPS) criou, por meio de lei, o Dia de Prevenção e Combate ao Glaucoma, a ser lembrado em 26 de maio.

Nesse ano, em celebração à data, foi realizado um ciclo de palestras que abordou os tipos da doença, os fatores de risco, os sintomas e ainda os tratamentos. Os eventos foram realizados na segunda-feira (27), no Sesi, e na sexta-feira (31), no Plenário da Câmara Municipal. Os palestrantes foram os especialistas Dr. José Augusto Cardillo e Dra. Miriam Skaf Cardillo.

O glaucoma é uma doença que atinge o nervo óptico e as células ganglionares da retina, danificando-as. Na maioria dos casos, é causado pela hipertensão intraocular ocasionada por uma dificuldade de escoamento do humor aquoso, além de fatores como histórico familiar. Diabéticos, negros e asiáticos também têm maior tendência em desenvolver a doença.

Há quatro tipos de glaucoma, o de ângulo aberto, causado por uma obstrução do escoamento do humor aquoso do olho; o de ângulo fechado, caracterizado por um aumento súbito da pressão intraocular quando a pupila se dilata e bloqueia o fluxo do humor aquoso, levando a íris a bloquear a malha trabecular. Há ainda o glaucoma congênito, que é uma condição rara que atinge bebês, e o glaucoma secundário, que surge como uma complicação de outras condições médicas.

SAIBA MAIS.:  Projeto ‘Cãoterapia’ avança e será implantado na Apae

Os sintomas do glaucoma variam de acordo com cada caso, o principal é a perda progressiva da visão. Nos casos do glaucoma de ângulo fechado pode haver dor, fotofobia, enjoo, cefaleia, redução da acuidade visual, visualização de um halo de luz brilhante e perda da visão em curto período de tempo. Já nos glaucomas congênitos, os recém-nascidos podem ter globos oculares aumentados e córneas embaçadas.

É válido destacar que o glaucoma não tem cura e não há como reverter o quadro clínico quando a doença já se estabeleceu. Os tratamentos realizados, quase que em sua totalidade com colírios, têm o objetivo de prevenir a piora no quadro do paciente.

O ministrante esclareceu que a cirurgia é a última opção de tratamento. “Além dos colírios temos algumas alternativas como o laser, que é utilizado em pacientes de casos extremamente avançados e quando o colírio não está funcionando. A cirurgia do glaucoma é totalmente diferente que a da catarata, que é uma operação controlada e de baixo risco, em contrapartida, a para o tratamento do glaucoma é uma cirurgia de alto risco, por isso só a fazemos em casos extremos”, salientou Cardillo.

SAIBA MAIS.:  Após 12 jogos, Guerreiras perdem para o Inter pelo Brasileiro

“É preciso esclarecer para as pessoas todas as dúvidas acerca da doença, afinal, grande parte dos casos de cegueira é causada pelo glaucoma, no entanto, boa parte da população não tem conhecimento sobre e só descobrem suas condições quando já apresentam algum sintoma e já estão perdendo a visão”, destacou Hel.

 

Continuidade

Durante as palestras pessoas que se interessaram foram cadastradas para a triagem que será feita em 25 de setembro, no Sesi. Na data, serão realizados exames e as pessoas que de fato possuem a doença em algum estágio serão encaminhadas para o tratamento adequado.

Quem não fez o cadastro durante o Ciclo de Palestras, mas demonstrar interesse, poderá se cadastrar em setembro.

 

Confira as fotos aqui

The post Ciclo de palestras busca conscientizar população acerca do glaucoma appeared first on Câmara Municipal de Araraquara.

CM

0 comentário em “Ciclo de palestras busca conscientizar população acerca do glaucoma

Deixe um comentário

x