Câmara Municipal

Governo do Estado faz Audiência Pública do PPA e da LOA em Araraquara

A audiência será realizada nesta sexta-feira (12) às 10h na Câmara Municipal

Por meio da Secretaria da Fazenda e Planejamento, o Governo do Estado realizará, a partir desta quinta-feira (11), Audiências Públicas sobre o Plano Plurianual (PPA) 2020/2023 e a Lei Orçamentária Anual (LOA) 2020 nas 16 Regiões Administrativas de São Paulo.

As cinco primeiras audiências públicas acontecem nas regiões de Barretos, Central (Araraquara), Presidente Prudente, Marília e Bauru.  Em Araraquara, a Audiência Pública será realizada nesta sexta-feira, (12), às 10 horas, na Câmara Municipal, informa a diretora do Escritório Regional Central, Edna Martins.

Para o secretário da Fazenda e Planejamento, Henrique Meirelles, as audiências asseguram a transparência do Orçamento, dão voz à população e ajudam o Governo Paulista a priorizar as demandas de cada região.

“A interação entre o Governo e os cidadãos é fundamental para o aprimoramento da gestão pública do Estado. É através do debate, da troca de ideias, de críticas construtivas e da transparência absoluta que a máquina pública funcionará de maneira adequada. Por isso, é de extrema importância a participação da sociedade nesse processo”, afirmou.

SAIBA MAIS.:  Parque dos Trilhos é apresentado para secretária de obras e serviços

Apresentações

As reuniões serão compostas por apresentações técnicas e por participação popular. As demandas apresentadas serão registradas e encaminhadas aos diversos setores de governo, e, posteriormente, serão publicadas nos portais da Secretaria da Fazenda e Planejamento e da Transparência Estadual.

Além das edições presenciais, no mesmo período a Secretaria da Fazenda e Planejamento também disponibilizará a participação popular on-line no Portal do Governo do Estado de São Paulo, além dos seguintes endereços: www.fazenda.sp.gov.br e www.planejamento.sp.gov.br.

LOA e PPA

A Lei Orçamentária Anual (LOA) tem como principais objetivos estimar a receita e fixar a programação das despesas para o exercício financeiro.

Já a Lei do PPA é aquela que estabelece as diretrizes, objetivos, programas, ações, indicadores e metas da administração pública estadual para um período de quatro anos, a vigorar a partir do 2º ano do governo eleito. É o instrumento que orienta as demais leis orçamentárias, dado que nenhuma ação orçamentária pode ocorrer se não estiver prevista no PPA.

SAIBA MAIS.:  Projeto ‘Cãoterapia’ avança e será implantado na Apae

O Plano Plurianual organiza as ações de governo em programas, voltados para a oferta de bens e serviços que atendam demandas da sociedade; esclarece a orientação estratégica do governo, definindo suas metas e prioridades, bem como resultados esperados; norteia a alocação de recursos nos orçamentos anuais; explicita, quando couber, a distribuição regional das metas e da aplicação de recursos públicos; estabelece as bases para parcerias com entidades privadas, permitindo a utilização de fontes alternativas para o financiamento dos programas e permite o gerenciamento das ações, atribuindo responsabilidade por seu monitoramento e resultados.

Metodologia

A metodologia utilizada pela secretaria, consagrada em diversos países desenvolvidos (do “Orçamento por Resultados”), orienta o gestor a formular programas e alocar os recursos com foco na obtenção de resultados para a população.

O “Orçamento por Resultados” promove uma gestão para a qualidade do gasto público, o que traz maior racionalidade e efetividade às políticas públicas previstas na programação do PPA.

x