Cidade

Incubadora oferece vagas para empreendedores de tecnologia da informação e comunicação

As inscrições estarão abertas no período de 15 a 30 de abril

As inscrições estarão abertas no período de 15 a 30 de abril

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho e do Desenvolvimento Econômico em parceria com a Universidade Estadual Paulista (UNESP), lança unidade de incubação voltada a empresas de Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC) com oferta de 10 vagas para empresas residentes e cinco vagas para associadas.

As inscrições estarão abertas no período de 15 a 30 de abril, mediante preenchimento do formulário online no endereço eletrônicohttp://incubadora-araraquara.com.br/inscricao. O edital encontra-se disponível no endereço eletrônico http://www.fclar.unesp.br. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (16) 3333-4989.

“O objetivo é incentivar e estimular o empreendedorismo de forma eficaz e formalizar as empresas de pequeno porte para que elas alcancem autonomia com suporte sustentável”, resume o gestor e professor de Administração Pública, Sérgio Fonseca, que atua na direção da Incubadora local.

SAIBA MAIS.:  Socióloga Dulce Whitaker é homenageada com Prêmio Heleieth Saffioti

Fonseca adianta que o perfil dos jovens empreendedores é voltado para profissionais alinhados as novas tendências tecnológicas contemporâneas com foco na indústria 4.0 e à promoção de spin-offs e startups.

Para o vice-prefeito e secretário do Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Damiano Neto, a nova unidade na Incubadora “é uma oportunidade de crescimento para profissionais de TI que desenvolvem softwares, games, aplicativos, ferramentas para e-commerce, entre outras inovações tecnológicas dentro das áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC)”.

O gerente da Incubadora, Lucas Campanha, argumenta que a cidade tem empresas multinacionais na área de TI e a oferta de novos projetos é bem-vinda. “Nós pretendemos fomentar a economia na área tecnológica e dar o necessário suporte de gestão empresarial aos futuros incubados que queiram desenvolver o setor de TIC no município”, enfatiza.

SAIBA MAIS.:  Alienação parental – Causídico pontua graves consequências na formação de gerações futuras

O coordenador da Incubadora, Ricardo Bonotto, destaca que a cidade tem enorme potencial na formação da mão de obra de TI. “Contamos com a colaboração das universidades na implantação da nossa unidade tecnológica”, reforça.

O coordenador de Indústria e Tecnologia, Alexandre Kopanakis, acrescenta que o contrato inicial para os novos empreendedores será de um ano com possibilidades de renovação por mais 12 meses.