Brasil Internacional

Irã anuncia nova violação de acordo nuclear

O Irã anunciou hoje...

O Irã anunciou hoje (7) que aumentará os níveis de enriquecimento de urânio além dos limites permitidos pelo acordo nuclear de 2015, na segunda violação ao tratado anunciada pelo país em menos de uma semana.

A poucas horas do final de um prazo estabelecido pelo acordo, as autoridades do país confirmaram o enriquecimento além do limite de 3,67% de material físsil, o que pode eventualmente possibilitar que o Irã acumule urânio altamente enriquecido em quantidade suficiente para desenvolver uma ogiva nuclear.

Emmanuel Macron, União Européia, Eleições

Macron condenou o anúncio iraniano e o considerou uma violação ao acordo de 2015    (Arquivo/TV Reuters/Direitos Reservados)

Neste domingo, as autoridades iranianas disseram que Teerã reduzirá seu nível de comprometimento com o acordo a cada 60 dias, a não ser que os países europeus signatários do pacto adotem medidas para proteger o Irã das sanções internacionais impostas pelos Estados Unidos.

O acordo nuclear entre o Irã e seis potências mundiais – EUA, Rússia, China, Reino Unido, França e Alemanha – suspendeu a maioria das sanções internacionais contra a República Islâmica em troca de restrições a seu programa nuclear.

No ano passado, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, retirou seu país do tratado e reimpôs pesadas sanções contra a economia iraniana.

SAIBA MAIS.:  Tailandeses celebram cerimônia anual dos monges budistas

“Estamos totalmente preparados para enriquecer urânio em qualquer nível e em qualquer quantidade”, disse o porta-voz da Organização de Energia Atômica do Irã, Behrouz Kamalvandi.

“Em poucas horas, o processo técnico se encerrará e o enriquecimento acima de 3,67% será iniciado” detalhou.

Comprometimento

O ministro iraniano do Exterior, Mohammad Javad Zarif, disse que todas as medidas adotadas pelo país para reduzir seu comprometimento para com o acordo são “reversíveis”, caso os europeus cumpram suas obrigações.

O presidente da França, Emmanuel Macron, condenou o anúncio iraniano e o considerou uma violação ao acordo de 2015.

Entretanto, fontes do gabinete da presidência afirmam que o país ainda não deverá acionar o mecanismo de resolução de disputas sobre o acordo com o Irã e dará um prazo de uma semana para tentar trazer todas as partes de volta à mesa de negociações.

No sábado, Macron disse ao presidente iraniano, Hassan Rohani, que tentará reunir os países que permaneceram no tratado para novos diálogos até o dia 15 de julho.

O governo alemão se diz “extremamente preocupado com o anúncio iraniano. “Apelamos ao Irã para que reverta todas as atividades inconsistentes com seus compromissos”, disse um porta-voz do Ministério alemão do Exterior.

O país articula com os demais parceiros europeus no acordo – a França e o Reino Unido – para decidir sobre quais ações deverão ser tomadas.

SAIBA MAIS.:  Theatro Municipal do Rio lota com programação gratuita pelos 110 anos

No acordo nuclear, o Irã se comprometeu a não enriquecer urânio acima da cifra de 3,67%, insuficiente para construir uma bomba atômica, mas que bastaria para produzir energia.

Estocagem

Além disso, aceitou reduzir o seu estoque atual de cerca de dez toneladas de urânio com baixo enriquecimento para 300 quilos. No início da semana, o país confirmou ter excedido o limite de estocagem estipulado pelo tratado.

Seu programa de enriquecimento de urânio ficou submetido a um amplo sistema de controle pelos próximos 20 anos.

Teerã também aceitou diminuir o número total de centrífugas de 19 mil para cerca de 6 mil, e não conduzir pesquisas e desenvolvimentos relacionados com enriquecimento de urânio até 2030.

Em maio, Washington aumentou a pressão sobre Teerã ao ordenar que todos os países suspendessem as importações de petróleo iraniano. Desde então, as tensões têm crescido no Golfo Pérsico.

Os EUA enviaram militares adicionais ao Oriente Médio e caças americanos chegaram a receber o comando de executar ataques aéreos no Irã, após o abatimento de um drone americano – o ataque teria sido cancelado na última hora.

Agência Brasil

0 comentário em “Irã anuncia nova violação de acordo nuclear

Deixe um comentário

x