Política

Neste domingo acontece feijoada em prol do Grupo Netos de Bandim

Recursos serão para financiar retorno do grupo para Guiné-Bissau

Recursos serão para financiar retorno do grupo para Guiné-Bissau

O vereador Roger Mendes (Progressistas) recebeu, na manhã desta quarta-feira (28), o educador Beto Oliveira, que veio apresentar ao parlamentar o Grupo Netos de Bandim, de Guiné-Bissau. Ao longo de toda a preparação para a vinda do grupo para o Brasil, Mendes ajudou o educador a buscar parcerias junto ao empresariado local, o que possibilitou que alguns encaminhamentos fossem realizados.

Oliveira também ressaltou a necessidade de apoio para que o grupo possa retornar ao país de origem depois de realizar uma série de apresentações em vários locais do país e, especialmente, na cidade de Araraquara. Citou que, para a obtenção desses recursos, acontecerá neste domingo, 2 de dezembro, uma  Feijoada Beneficente, às 12 horas, no Recanto do Sol, no Jardim Arco-Íris. “Os participantes terão acesso livre a buffet e caipirinha, além da apresentação de gala do Grupo Cultural Netos de Bandim. Para quem se interessar, o meu contato é (19) 99773 4652. O valor é de R$ 40,00. Dependemos muito desse recurso para promoção das viagens de retorno”.

 

Intercâmbio

O educador Beto Oliveira conta que a presença dos Netos de Bandim  no Brasil e, em especial, Araraquara, faz parte de um intercâmbio que ele iniciou por meio do projeto “1ª Semana Brasileira em Guiné-Bissau”, em junho de 2009. “Foi através do edital de intercâmbio cultural do Ministério da Cultura. Esse intercâmbio, que teve início em 2009, vai completar dez anos. Estive seis vezes em Guiné-Bissau, e é a segunda vez que o grupo vem para o Brasil.”

Os artistas permanecerão no Brasil durante 27 dias. Para Beto Oliveira, o grande desafio está em trazer para o país um grupo internacional sem dinheiro no bolso. “A grande dificuldade é comprar as passagens. Existe colaboração, mas ainda falta muito apoio”, lamenta ele, que faz questão de agradecer mama Carina por todo seu empenho.

Ele afirma que a cada vez que vê o grupo se apresentar se emociona. “É essa emoção que me move. Chego às lágrimas a cada apresentação”, confessou Beto para o parlamentar.

Para o educador musical, apesar de todas as adversidades pelas quais ele e o grupo possam passar, a importância reside no fato de aproximar as culturas africana e brasileira. “O educador brasileiro leva até Guiné-Bissau um pouco da cultura brasileira por meio da percussão dos tambores e de manifestações culturais como baião, samba, maracatu e maculelê e o grupo, quando vem ao Brasil, traz a cultura tradicional guineense. O grande objetivo e justificativa da presença deles no país é que possam entender o tempo em que houve a escravidão e a influência dos escravos e o que isso agregou na construção do Brasil em relação a diversos setores como, por exemplo, alimentação, vestuário, linguagem e a música.

SAIBA MAIS.:  Árvore de Natal é inaugurada em Araraquara

Beto Oliveira conta que perguntou aos componentes do grupo se nessa estadia estava faltando algo. Responderam que não. “Aqui nos sentimos em casa”, diz com alegria e gratidão o grupo, que deve deixar Araraquara no início da próxima semana.

 

Agenda lotada

Os Netos de Bandim chegaram ao Brasil em Recife no dia 10 de novembro juntamente com o vice-coordenador do grupo, Edison Gomes Ferreira (que já retornou para Guiné-Bissau no dia 27). De lá para cá, os dias têm sido marcados por intensas atividades. Tanto que, entre os dias 10 e 15, fizeram uma apresentação no tradicional Teatro Santa Isabel, em Recife, e oficinas com educadores de dança e bailarinos dos grupos folclóricos no Museu Afro de Recife (Muafro), além de visitarem o Quilombo de Trigueiros, no interior do estado.

As atividades tiveram prosseguimento no dia 16, quando desembarcaram em São Paulo, e de lá foram de van para Niterói (RJ), onde participaram,  no Teatro Popular Oscar Niemayer, de três séries de três apresentações do Circuito de Teatro em Português. “Saímos de lá de van  às 21 horas e chegamos em Araraquara às 10 da manhã. E esse grupo fantástico se apresentou no Sesc Araraquara no dia 17, no dia 18, no Café Espaço Sete, em São Carlos em um almoço temático e, no mesmo dia, em Ibitinga, participou de oficina e show alusivo ao Dia da Consciência Negra. Nos dias 19 e 20, realizaram mais dois shows em São Paulo dentro do Circuito de Teatro em Português, respectivamente, no Ceu Caminho do Mar (Jabaquara) e no Ceu Atlântico (Pirituba)”.

Já no dia 21, Oliveira conta que o grupo participou de uma oficina cultural do estado pela Poiese, na cidade de Santa Isabel, próximo a São Paulo. De lá, prosseguiram para Florianópolis, onde realizaram dois shows no dia 22, no Teatro da UBLO e na sexta, 23, oficina com crianças em uma das escolas do local. À noite, os artistas apresentaram um show na Associação de Moradores do Jardim Atlântico (AMJA). “Foi uma festa organizada pelos guineenses locais.”

SAIBA MAIS.:  Contrato de R$ 2 milhões com empresa de iluminação urbana é questionado por falta de manutenção

As atividades prosseguiram no dia 24 com a participação do grupo em uma oficina no Centro de Artes da UDESC, uma universidade de Florianópolis e, posteriormente, um show aberto no Cearte.

O Grupo, segundo Oliveira, retornou a Araraquara no dia 25, onde fez uma apresentação no Festival Comunitário Negro Zumbi (Feconezu) durante o dia e, à noite, no Panorama das Oficinas Culturais. “No dia 26, as apresentações ocorreram no Caic Selmi Dei por meio da Secretaria da Educação e, no dia 27, no Caic do Vale do Sol, além de uma capacitação de dança na Escola Municipal de Dança Iracema  Nogueira com professores da rede da educação”. No dia 28, o grupo esteve presente no Lar Rita Maria de Jesus e posteriormente na Unip, onde realizou uma pequena intervenção voltada aos alunos da universidade.

Nesta quinta (29), os artistas participam de uma oficina em Américo Brasiliense, e seguem para Matão, onde se apresentarão para crianças no Ginásio Décimo Chiozzinii. “No dia 30, acontece uma oficina de capacitação com educadores no Centro de Artes e Ofícios e, posteriormente, na Emef Henrique Scabello e no Hortências. Durante a noite, receberão uma bênção e farão uma apresentação na Casa de Luz São Jorge”, pontua Oliveira.

No sábado, 1º de dezembro, retornam para Américo Brasiliense para mais uma apresentação e, à noite, estarão novamente no Espaço Sete em São Carlos para um jantar temático.

 

Assessoria de imprensa do gabinete do vereador Roger Mendes

 

The post Neste domingo acontece feijoada em prol do Grupo Netos de Bandim appeared first on Câmara Municipal de Araraquara.

Direto da Redação

0 comentário em “Neste domingo acontece feijoada em prol do Grupo Netos de Bandim

Deixe um comentário