Política

Perto de completar 25 anos, Amor Exigente quer ampliar espaço

O vereador Rafael de Angeli esteve na entidade que auxilia dependentes...

O vereador Rafael de Angeli esteve na entidade que auxilia dependentes químicos e famílias com problemas sociais

Sediado em espaço próprio no Jardim Brasília desde 11 de maio de 2012, o Amor Exigente de Araraquara, programa de proteção social que apoia e orienta as mudanças comportamentais na família e na sociedade visando à qualidade de vida e à prevenção da dependência química, busca ajuda para poder ampliar o serviço oferecido. Desde sua instalação na cidade, há quase 25 anos, 150 mil atendimentos já foram realizados pela entidade. Durante 12 anos, as atividades ocorreram na creche do Carmo.

Para conferir as instalações da instituição e ouvir as principais solicitações da unidade araraquarense, o vereador Rafael de Angeli (PSDB) conversou, na tarde de segunda-feira (18), com o diretor Milton Carmona Gil e a coordenadora regional Maria Lúcia de Oliveira Gil.

De acordo com os voluntários, o programa faz parte de uma federação e foi trazido ao Brasil pelo padre Haroldo Joseph Rahm, que instalou uma unidade em Campinas (SP) em 1978. “São mais de 120 mil pessoas atendidas semanalmente no país”, informam.

“Ajudamos a família a ver a dependência como uma doença, mas não passar a mão na cabeça. Amor Exigente é para a família que tem dentro de sua casa um filho com comportamentos inadequados, pois a droga é consequência disso. Lidamos com tudo aquilo que muda o comportamento. Vemos que a família hoje está dissociada”, explica Gil.

“Colocar o filho para fora de casa é desistir. As famílias às vezes não sabem qual rumo tomar e quando começam a entender o programa fica mais fácil”, completa Maria Lúcia, lembrando que “trabalhamos na prevenção também. Treinamos professores. Estamos agora só nas escolas municipais, principalmente educação infantil, expandindo para o fundamental. São 57 creches. Desde 2011, foram quase mil professores treinados”.

SAIBA MAIS.:  Araraquara tem cerca de R$ 40 milhões investidos em obras do Orçamento Participativo

A coordenadora conta que foram convidados para palestras na Penitenciária. “Passamos a orientar presos também, principalmente os que estudavam lá dentro. Eles mudaram o comportamento. Fizemos as orientações nas noites das sextas, com quatro blocos de 40 pessoas, ou seja, 160 que estão na liberdade condicional já passaram pela gente.”

O diretor acredita que esses egressos começaram a ver a vida de modo diferente. “Eles têm a oportunidade de mudar por meio do nosso programa”.

O Amor Exigente trabalha, ainda, a prevenção com grupos de jovens de 12 a 17 anos, e entre as atividades estão teatro e pintura. As famílias também são trabalhadas duas vezes por semana. “Temos um projeto do Proac [Programa de Ação Cultural] com a professora de teatro, Euzânia Andrade, ex-secretária de Cultura do município, e mais uma voluntária. Contamos com 20 voluntários distribuídos ao longo da semana”, informa.

“Estamos abertos a todos”, diz Gil. “Temos uma responsabilidade social. Trabalhamos 12 princípios básicos que são respeito, sigilo, fidelidade, obediência, bondade, fraternidade, solidariedade, doação, coragem, espiritualidade, honestidade e paz.”

Sobrevivência e ampliação

Os voluntários explicaram que fazem alguns eventos para ajudar na manutenção da entidade. “São de dois a três eventos por ano. Também contamos com doações e temos uma parceria com o Clube do Pedal. Na semana do aniversário da cidade, eles realizam uma pedalada. Ajudamos na organização do evento e ficamos com 50% do resultado. No ano passado, ficamos com 100%, mas esse valor passou a ser dividido. Neste ano, metade será destinado para a Oficina das Meninas”, esclarece Gil.

SAIBA MAIS.:  Prefeitura e Sebrae oferecem cursos gratuitos de Soluções de Gestão

Sobre o recebimento de auxílios municipais, o diretor pontua que é necessária uma mudança no estatuto para poder fazer parte do Conselho Municipal das Entidades de Assistência Social. “Já temos o CNPJ, mas precisamos nos transformar em uma instituição para esse fim.”

Ele explica que a manutenção é toda de responsabilidade deles. “Contamos apenas com voluntários, o profissional normalmente precisa receber pelo seu trabalho.”

Além de salas para orientações e atendimentos, a entidade tem um Salão de Palestras, com capacidade para 200 pessoas, mas quer ampliar. “Queremos nos expandir para a área externa, construindo mais duas salas de atendimento”, relata o dirigente. “E para isso precisamos de ajuda”, finaliza.

Angeli apoia a causa. “Araraquara é privilegiada por ter um projeto do Amor Exigente tão forte e representativo. Estaremos sempre presentes, alinhando o que for possível, no poder público, para impulsionar e beneficiar a causa, que é tão importante para as famílias que precisam de apoio”, finaliza o vereador.

Para saber como auxiliar o grupo, basta entrar em contato pelos telefones (16) 3397-3629 e (16) 3397-3650, ou pelo e-mail gillucia@yahoo.com.br. As reuniões e atendimentos gratuitos acontecem todas as segundas e quintas-feiras, das 20 às 22 horas. O endereço é Avenida João Martins Nogueira, nº 120.

Confira as fotos aqui

The post Perto de completar 25 anos, Amor Exigente quer ampliar espaço appeared first on Câmara Municipal de Araraquara.

0 comentário em “Perto de completar 25 anos, Amor Exigente quer ampliar espaço

Deixe um comentário

x